Na próxima expansão do mercado os preços podem subir de 10 a 20 vezes o valor atual.

Zhu Fa, co-fundador da Poolin, um pool de mineração cripto chinês, prevê que o preçø do Bitcoin (BTC) pode bater nos 5 milhões de yuan chineses (US$738,000), segundo a agência de notícias cripto 8BTC publicou em 11 de fevereiro.

Enquando Zhu disse que “agora parece que estamos no mercado de urso”, ele previu que na próxima expansão do mercado os preços podem subir de 10 a 20 vezes o valor atual. Zhu também nota que os preços massivos como os que resultaram na alta do BTC de US$20,000 em 2017, não irão se repetir tantas vezes, adicionando que a próxima expansão pode ser a última.

As previsões dos especialistas de vários aspectos do espaço cripto passaram tanto pelo otimismo quanto pelo pessimismo. Durante um evento de blockchain em abril de 2018, o magnata do investimento Tim Draper declarou que em 2022 o preço do Bitcoin pode chegar a US$250,000.

Mais cedo nesta semana, Barry Silbert, CEO e fundador do Digital Currency Group e da Grayscale Investments, disse que o valor da maioria dos tokens digitais vai “chegar a zero”. Ele adicionou que “quase toda oferta de moeda inicial (ICO) foi apenas uma tentativa de levantar dinheiro, mas não havia utilidade para o token em questão”.

O pool de mineração de Zhu, Poolin, domina 10,45% do mercado global, segundo a BTC.com. O mercado de urso atual afetou gravemente as mineradoras de criptomoedas. Algumas companhias de mineração da China começaram a liquidar hardwares por quilo.

Mais cedo, a mineradora cripto do Reino Unido Argo Blockchain anunciou que estava reformulando os negócios para cortar gastos. Argo vai encerrar suas ativades em Mining-as-a-Service (MaaS) em abril, o que cortaria gastos em até 35% do atual.

Mineradora cripto chinesa prevê que o Bitcoin pode chegar a US$740K