Os números do Babel Bank, banco comercial de criptografia da China, indicam aumento significativo do número de empréstimos via criptomoedas.

Um indício de que o ânimo do mercado traz reflexos para a especulação financeiro do mercado crypto.

O aquecimento das negociações com criptomoedas, impulsionado por fatores como a boa cotação do Bitcoin, também está movimentando a chamada especulação financeira, por parte dos investidores no sistema digital. Os especuladores atuam, estrategicamente, comprando ativos com vistas não especificamente ao seu uso direto, mas pensando numa venda futura, com as melhores margens de lucro. Uma atividade que encontra em produtos financeiros voláteis, com as moedas virtuais, algumas das características ideais.

É o que faz com que instituições financeiras como o Babel Bank, um dos maiores bancos comerciais de criptografia do mercado, registre significativo aumento nos chamados empréstimos especulativos, quando valores são aportados por investidores de risco, para operar no mercado crypto. O banco, sediado em Pequim, tem uma política de empréstimos nas chamadas stablecoins, criptomoedas lastradas em moedas fiduciárias, com a viabilidade dos depósitos em Bitcoins como modalidade de garantia.

Os números indicativos de crescimento

De acordo com um documento de resumo de operações divulgado pela instituição financeira, o volume de empréstimos que podem ser associados à especulação criptográfica dobrou nas últimas oito semanas. No total de operações, desde sua abertura, em setembro, o Babel Bank soma, até abril de 2019, um montante de US $ 70 milhões emprestados. A previsão da área executiva é de que, em 2020, a finalidade de especulação represente 90% do total de empréstimos realizados pelo BabelBank.

Os empréstimos concedidos pelo banco são mais comumente associados à moedas virtuais indexadas nos Estados Unidos, como Tether (USDT), Circle e TrueUSD (TUSD). A instituição não opera negociações em moedas fiduciárias, tendo em vista restrições regulatórias do mercado chinês, bem como restringe as garantias às criptomoedas de prova de trabalho, como Bitcoin (BTC) e Litecoin (LTC). Para breve, está prevista a ampliação das operações para a Coréia do Sul.

Cresce mercado de empréstimos via criptomoedas